Extensão

A Política Institucional de Extensão e Integração Comunitária do UniCEUB é uma mediação entre a proposta pedagógica institucional, os projetos pedagógicos dos cursos de graduação e as políticas de ensino e de pesquisa. Não é um fim em si mesma, mas o delineamento referente às avaliações externas e internas. Em decorrência das avaliações externas (avaliação institucional e de cursos pelo INEP, pelo ENADE, pelo CPC) e das determinações legais, são implantadas as mudanças necessárias tanto no âmbito institucional como no dos cursos de graduação ofertados pelo UniCEUB.

Assessoria de Extensão e Integração Comunitária

A Assessoria de Extensão e Integração Comunitária encarrega-se, no nível da Diretoria Acadêmica, da articulação, avaliação e incremento de programas e ações que compõem o processo de formação do corpo discente e que fortalecem a atuação profissional fazendo cumprir a responsabilidade social e o relacionamento ético na sociedade. Pelas disposições estatutárias e regimentais, a extensão e integração comunitária são instituídas como um conjunto diversificado de ações que, de forma associada ao ensino e à pesquisa, convergem para a consecução das finalidades propostas para o Centro Universitário de Brasília. Tais ações desenvolvem-se mediante programas, projetos e atividades que visam à melhoria constante do ensino em direção ao padrão de excelência proposto pela Instituição em seu Programa de Avaliação Institucional, com o fim de contribuir para o desenvolvimento da comunidade acadêmica e da comunidade mais abrangente (o Distrito Federal, região do entorno e mesmo outras regiões).

Programas e projetos de extensão

PROGRAMAS

As diretrizes que instituem a política de extensão e de integração comunitária no UniCEUB apontam para programas que traduzem uma identidade institucional construída e sustentada por uma política de apoio às iniciativas que emergem da dinâmica dos cursos em suas interações recíprocas. A fim de atender as diretrizes para ações de extensão definidas e determinadas pelo Fórum de Pró-Reitores de Extensão e pelo Censo da Educação Superior, foram criados e institucionalizados, no UniCEUB, sete programas com seus objetivos principais. São eles:

  • Programa de apoio à comunidade interna +

    Desenvolver programas de apoio extraclasse aos estudantes (apoio psicopedagógico, programas de acolhimento ao ingressante, programas de acessibilidade, nivelamento e exames de proficiência).

    Aperfeiçoar o Atendimento Educacional Especializado-AEE (serviço da educação especial que identifica, elabora e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade que eliminem impedimentos e proporcionem a plena participação dos alunos, considerando suas necessidades específicas).

    Permitir a acessibilidade a pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

    Zelar pela proteção dos direitos da pessoa com transtorno do espectro autista.

    Ofertar a disciplina de LIBRAS a todos os cursos de graduação.

    Promover a atualização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) implantadas no processo de ensino-aprendizagem, de modo a permitir a excelente execução do projeto pedagógico do curso.

    Promover ações institucionais referentes à atividade artística e cultural.

    Promover o voluntariado.

  • Programa de formação continuada +

    Ofertar cursos de extensão para graduandos (comunidade interna e externa).

    Promover, em parceria com setores específicos, cursos necessários ao desenvolvimento das políticas de formação e capacitação docente e do corpo técnico-administrativo.

    Promover a participação e ou a realização de eventos (congressos, seminários, palestras, viagens de estudo e visitas técnicas) e produção discente (científica, tecnológica, cultural, técnica e artística).

  • Programa de integração de Ensino, Pesquisa e Extensão +

    Desenvolver, em parceria com a Assessoria de Ensino de Graduação, os projetos de ensino: monitoria, estagiários, representante de turma e primeiro emprego para egressos.

    Realizar, com aperfeiçoamento constante, o Prêmio UniCEUB de Mérito Acadêmico. Desenvolver projetos de integração de extensão e de pesquisa.

  • Programa de mobilidade acadêmica +

    Estruturar a política de atendimento a alunos estrangeiros, considerando a quantidade de alunos e professores estrangeiros na IES e as disciplinas ou os cursos ofertados em língua estrangeira.

    Consolidar as atividades voltadas a cooperação, intercâmbio e programas com finalidades de internacionalização, incluindo o programa institucional de mobilidade acadêmica, intercâmbio, adesão a editais de mobilidade acadêmica, alunos estrangeiros na IES, oferta de língua estrangeira, oferta de disciplina em língua estrangeira, entre outros.

  • Programa de empreendedorismo e inovações +

    Incentivar ações institucionais para desenvolvimento econômico regional, melhoria da infraestrutura urbana local, melhoria da qualidade de vida da população e ações de inovação social.

    Assessorar a política de acompanhamento dos egressos, em especial, incentivar ações para verificação do egresso em relação à sua atuação profissional, considerando os aspectos: responsabilidade social e cidadania, empregabilidade, preparação para o mundo do trabalho, relação com entidades de classe e empresas do setor.

    Promover ações institucionais de inovação tecnológica, propriedade intelectual, patentes e produtos em coerência com o PDI, em parceria com setores específicos (incluindo as incubadoras).

  • Programa de gestão ambiental +

    Fortalecer e ampliar projetos e ações para a promoção da sustentabilidade socioambiental na gestão da IES e nas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

    Consolidar a política de educação ambiental conforme disposto na legislação.

    Cumprir a exigência legal de Desenvolvimento Nacional Sustentável conforme o disposto na legislação.

    Integrar a educação ambiental às disciplinas dos cursos de modo transversal, contínuo e permanente.

  • Programa de integração social +

    Promover a interdisciplinaridade, a ética e a sustentabilidade nas atividades acadêmicas. Incentivar publicações resultantes de ações extensionistas.

    Identificar curso de graduação ou setor institucional para vínculo de projetos de extensão desenvolvidos em temáticas específicas.

    Promover ações afirmativas de defesa e promoção dos direitos humanos e igualdade étnico-racial.

    Cumprir as Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos.

    Institucionalizar e regulamentar as atividades complementares considerando, em uma análise sistêmica e global, os aspectos: carga horária, diversidade de atividades e formas de aproveitamento.

    Institucionalizar as ligas acadêmicas como atividades de extensão.

PROJETOS

  • Agência de notícias +

    Realização: FATECS – Coordenação do curso de Jornalismo/Publicidade

    Em face das experiências recentes de alunos de jornalismo deste Centro Universitário atuando como repórteres em diferentes áreas, propõe-se  a implementação de uma agência de notícias que trate de assuntos de interesse público. A ação conta com o suporte da credibilidade e da qualidade do curso de comunicação, e da possibilidade de difundir as informações como uma legítima agência de notícias, divulgando-se o material com potencial de ser propagado para outros veículos de mídia impressa e eletrônica,  assinados como Agência UniCEUB de Notícias.

    O objetivo é viabilizar o trabalho de uma agência de notícias, em que textos, áudios e vídeos sejam feitos não apenas com viés pedagógico ou institucional, mas que também possam ser multiplicados sem ônus por veículos locais e nacionais. Paralelamente à experiência, a adoção formal dessa ferramenta, tendo como plataforma a internet.

  • Alfabetização e Letramento na EJA - Capacitação de alfabetizadores +

    Realização: Assessoria de Extensão e Integração Comunitária

    A formação de agentes alfabetizadores insere-se como atividade da Assessoria de Extensão e Integração Comunitária do UniCEUB, com o objetivo de participar, de maneira efetiva, do enfrentamento da questão da inclusão social, colaborando para alfabetizar aquela parcela da população que ainda não se beneficiou dessa conquista.   Dessa forma, a participação voluntária do corpo discente e da comunidade representa esforço conjunto para a consecução dos quatro pilares da educação definidos na Conferência da UNESCO – Relatório da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI (2001): aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver juntos e aprender a ser. 

  • Ampliação da formação - Cursos de extensão para graduandos +

    Realização: Assessoria de Extensão e Integração Comunitária

    Os cursos de extensão são oferecidos semestralmente e estão inseridos no Programa de Formação Continuada instituído pela Política Institucional de Extensão e Integração Comunitária do UniCEUB, cujo objetivo geral é: promover a emancipação acadêmica discente pelos valores democráticos de igualdade e desenvolvimento social, contribuindo para a formação e o resgate da cidadania como valor norteador da práxis universitária, priorizando a educação cidadã.  Os cursos de extensão aprovados pela Diretoria Acadêmica e pela Assessoria de Extensão são voltados ao aprofundamento e ou à ampliação dos estudos dos cursos de graduação e têm como objetivo aprimorar os conhecimentos específicos em áreas e campos temáticos.

  • Apoio extraclasse - Nivelamento +

    Realização: Assessoria de Extensão e Integração Comunitária - Grupo de trabalho

    O UniCEUB oferece, gratuitamente, duas opções de curso de nivelamento na modalidade a distância:

    - Nivelamento em Matemática

    - Nivelamento em Língua Portuguesa

    Nivelamento de Matemática: tem o objetivo de revisar conteúdos básicos de Matemática, como Equações, Porcentagem, Matemática Financeira, entre outros. As vagas serão preenchidas, preferencialmente, por alunos de primeiro e segundo semestre.

    Nivelamento em Língua Portuguesa: visa aprimorar os conhecimentos dos alunos a respeito da língua portuguesa, em uma perspectiva textual, contemplando atividades de: a) leitura e interpretação textual, b) análise linguística e c) produção de textos. Com ele, os alunos terão um maior contato com gêneros textuais presentes na esfera acadêmica e, ao mesmo tempo, ampliarão seus conhecimentos sobre o funcionamento da língua portuguesa. Os saberes adquiridos no curso são fundamentais para o desempenho acadêmico dos alunos bem como para sua futura prática profissional.

  • Atendimento de Enfermagem - Risco cardiovascular +

    Realização: FACES – Coordenação do curso de Enfermagem

    O presente projeto promove uma elevada efetividade na prevenção das doenças cardiovasculares e na promoção da saúde dos usuários do Centro de Atendimento a Comunidade do UniCEUB – CAC, possibilitando a interação dos estudantes com a comunidade; fortalecendo do ensino de enfermagem no UniCEUB e a promoção da interdisciplinaridade no CAC.

    Entre os objetivos do projeto estão: avaliar a condição cardíaca da comunidade atendida no CAC, buscando identificar seu risco cardiovascular; estimular cuidados preventivos relacionados a saúde cardíaca; ensinar cuidados e alimentação saudável; orientar a prevenção de infarto agudos do miocárdio e acidentes vasculares; promover a interdisciplinaridade no CAC e fortalecer o ensino de enfermagem no CAC.

  • Atendimento de Fisioterapia Esportiva +

    Realização: FACES – Coordenação do curso de Fisioterapia

    O projeto tem como objetivo disponibilizar uma opção de acompanhamento fisioterapêutico curativo e preventivo especializado para os atletas competitivos do DF que sofram intercorrências traumato-ortopédicas que impeçam ou dificultem as suas atividades de vida diária, treinamento e/ou participação em competições. O projeto também procura associar as áreas afins relacionadas à reabilitação, tais como a educação física, nutrição, psicologia e biomedicina, de modo a proporcionar aos participantes uma assistência plena e aos alunos a oportunidade de atuar de forma multidisciplinar, além disso, o presente projeto promove junto aos alunos a aprendizagem e atualização dos conhecimentos científicos teóricos e práticos acerca dos métodos de avaliação e tratamento fisioterapêutico aplicados aos distúrbios do aparelho locomotor em níveis primário, secundário e terciário, que acometem atletas de diferentes modalidades esportivas.

  • Atendimento à comunidade +

    Realização: FACES – Coordenação do curso de Biomedicina

    O projeto pretende colocar em prática os conhecimentos teóricos adquiridos durante o curso, trabalhando sempre as habilidades e competências a serem exercidas por um profissional biomédico. O projeto proposto além de realizar educação em saúde atuará em parceria com o Laboratório Escola de Análises Clínicas do UniCEUB que irá realizar os exames laboratoriais enquanto o projeto de extensão promoverá esclarecimento sobre os resultados e as melhorias nas condições de saúde.

  • Cine UniCEUB +

    Realização: FATECS – Coordenação do curso de Jornalismo/Publicidade

    Uma das explicações da potência cinematográfica está justamente na configuração narrativa - histórias são contadas em busca de sentidos para a vida. O cinema é uma experiência existencial, didática, educativa, artística, estética, cultural, lúdica. Por esse motivo, serve também como fonte para debates em diversas classes profissionais, reuniões de natureza política, corporativa, entre outras. Conversas em torno de filmes são propulsoras para a formação de melhores pessoas, profissionais e cidadãos. Dessa maneira, o CINECEUB, um evento em formato de cineclube para que possamos fazer sessões de cinema seguidas de discussões abertas a todos os alunos do UniCEUB. Este projeto tem como objetivo  enriquecer a formação dos alunos em cultura cinematográfica, assim como capacitar para um olhar crítico e reflexivo sobre o cinema  e fornecer elementos e repertório que possam ser aplicados à rotina profissional.

  • Clínica de Direitos Humanos - CDH +

    Realização: FAJS – Coordenação do curso de Direito

    A Clínica de Direitos Humanos tem como objetivo propiciar ao corpo docente e discente a prática do Direito Internacional dos Direitos Humanos, focando no aprimoramento profissional e nas ferramentas de defesa internacional dos direitos humanos, incluindo a investigação e análise de casos de violação de direitos humanos. O projeto  irá estimular a reflexão crítica sobre advocacia internacional dos direitos humanos, incluindo a exploração de meios processuais, estratégicos, e políticos que envolvem a prática jurídica internacional. Sempre que possível, a Clínica de Direitos buscará a interação com os movimentos da sociedade civil de defesa dos direitos humanos.  

  • Direito civil constitucional prospectivo - DICCOP +

    Realização: FAJS – Coordenação do curso de Direito

    O Projeto Direito Civil-Constitucional Prospectivo busca integrar o conhecimento crítico do Direito Civil, interpretado a partir da Constituição da República, para que os alunos de graduação possam conhecer e interagir com realidades locais em um processo emancipatório. Tal atividade busca o empoderamento de direitos fundamentais e de seus procedimentos específicos de garantia, perpassando direitos individuais, coletivos e difusos que permeiem as relações intersubjetivas existenciais e patrimoniais.

    Os objetivos do presente projeto são:  Inserir os alunos em práticas concretas que envolvam demandas por direitos na perspectiva do direito civil-constitucional; realizar pesquisa-ação em marcos teóricos da Teoria Crítica do Direito e do Direito Civil-Constitucional; identificar, avaliar e diagnosticar limites e possibilidades das políticas públicas assim como levantar e diagnosticar as possibilidades jurídicas e se existem demandas judiciais já propostas na concretização de direitos de comunidades vulneráveis.

  • Educação para a saúde +

    Realização: FACES – Coordenação do curso de Psicologia

    Busca-se com este projeto, contribuir para que estudantes universitários tenham formação que fomente a aproximação da vida acadêmica com contextos reais da atuação profissional, em que as situações vivenciadas provoquem também, reflexão sobre si e o mundo real. Dentre os objetivos do projeto estão: proporcionar aos estudantes universitários planejar, executar e avaliar atividades extensionistas para adolescentes de instituições localizadas no Distrito Federal, de caráter biopsicossocial com vistas à promoção de saúde e prevenção de problemas; desenvolver com adolescentes atividades de educação e promoção de saúde,  relativas a questões que envolvem o desenvolvimento biopsicossocial, a partir de situações de sua vida cotidiana: relações sociais e afetivas, sexualidade, desempenho escolar, violência entre outros; incentivar estudantes de graduação ao trabalho em equipe e a atuação multidisciplinar.

  • Fisioterapia do trabalho +

    Realização: FACES – Coordenação do curso de Fisioterapia

    O projeto viabiliza ao aluno a capacidade de praticar de forma incisiva os conhecimentos adquiridos na etapa inicial do projeto e por meio de estudos externos na realização do laudo ergonômico, este por sua vez possui fundamento de sugerir propostas para as melhoras das condições de trabalho dos profissionais juntamente com os dados observados. O trabalho da Ergonomia tem por finalidade intervir no ambiente de trabalho para adequar a atividade nele existentes às características, habilidades e limitações das pessoas com vistas ao seu desempenho eficiente, confortável e seguro (ABERGO, 2000).

  • Integração e Formação de Lideranças Acadêmicas – PIFLA +

    Realização: FATECS – Coordenação do curso de Administração

    O projeto denominado como Projeto de Integração e Formação de Lideranças Acadêmicas - PIFLA teve início no 1º semestre de 2014, quando era intitulado "Ambientação de novos estudantes - Apadrinhamento”, e representa uma iniciativa do Curso de Administração que tem como intuito contemplar os alunos ingressantes (primeiro período) do curso de Administração, podendo, futuramente, ser estendido a todos os cursos da FATECS.

    O projeto tem como objetivo estabelecer uma integração e acolhimento entre os alunos veteranos e os alunos calouros, contribuindo assim para a conexão dos alunos, promovendo uma relação colaborativa, de forma a gerar uma atividade que proporcione a troca de experiências, a discussão de assuntos curriculares e apoio a dificuldades emergentes durante o início do curso para os alunos calouros; bem como o desenvolvimento das habilidades de liderança nos alunos veteranos.

  • Interdisciplinar de saúde mental +

    Realização: FACES – Coordenação do curso de Psicologia

    O presente projeto é embasado em uma compreensão da saúde mental como campo de atuação multiprofissional e configura-se como desenvolvimento e reflexão oriundos da experiência interdisciplinar supracitada. Neste sentido propõe a realização de atividades práticas e conjuntas que possam permitir o desenvolvimento, por parte dos alunos dos cursos de Psicologia, Direito, Enfermagem e Educação Física, de um pensamento crítico-reflexivo sobre o campo da saúde mental, através de uma atuação interdisciplinar.  Em especial, destaca-se como diferencial deste projeto o efetivo exercício de atividades conjuntas entre diferentes campos de saber, propiciando aos alunos o desenvolvimento de habilidades necessárias para o desafiador trabalho multiprofissional interdisciplinar, habilidades cada vez mais exigidas na atualidade e efetivamente uma necessidade no campo da saúde mental, que se orienta segundo os princípios da abordagem psicossocial.

  • Núcleo de estudos de direito do consumidor - UniCON +

    Realização: FAJS – Coordenação do curso de Direito

    O UNICON é resultado de parceria firmada entre o BRASILCON e o UNICEUB. Devido ao aumento de interesse pelos acadêmicos de Direito do UniCEUB em aprofundar o estudo, investigação e aplicação prática do Direito do Consumidor, foi firmado convênio, no início de 2004, com o BRASILCON, instituindo assim o Núcleo de Estudo de Direito do Consumidor (UNICON). Nesses dez anos de funcionamento, o UNICON já produziu incontáveis trabalhos e atividades cujo público final sempre foi a comunidade.

    O Núcleo de Estudos de Direito do Consumidor tem como objetivo o desenvolvimento de atividades centradas no conhecimento do Direito do Consumidor, buscando, paralelamente, a realização de atividades voltadas para a comunidade do Distrito Federal,  a proposta do projeto é capacitar os alunos para operações on-line de direito do consumidor, o conhecimento dos temas mais reclamados do mercado de consumo, seus direitos e principalmente, a forma de exercitá-los e assim, solucionar os problemas e as crescentes demandas de consumo.

  • Proteção à mulher contra a violência doméstica – PROVID +

    Realização: FAJS – Coordenação do curso de Direito

    O presente projeto é uma atividade de Extensão e Integração Comunitária do UniCEUB na área temática de Direitos Humanos (5.2 - III) na linha programática de Atenção Integral à Mulher (5.3 - 3) para REDUÇÃO DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR contra a Mulher com objetivo de oferecer orientação e assistência psicológica e jurídica a usuários do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (JVDFM) do Núcleo Bandeirante –e da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher – DEAM/PCDF, em questões referentes à violência doméstica e familiar, nas fases policial e judicial; bem como realizar atividades de extensão e pesquisa.

    Dentro os objetivos do projeto estão: Promover esclarecimentos quanto ao processo judicial e Lei Maria da Penha, sobretudo quanto às Medidas Protetivas de Urgência, às vítimas e familiares usuários do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Núcleo Bandeirante; Promover apoio psicológico e realizar encaminhamentos para acompanhamento clínico e psicossocial, quando o caso; Promover a reflexão e a disseminação do conhecimento acerca da problemática da violência doméstica e familiar contra a mulher, colaborando para a construção e consolidação de uma cultura de igualdade de gênero; Promover a formação dos estudantes dos cursos de  Direito e Psicologia com vista à atuação na área de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher; Desenvolver atividades extensionistas e pesquisa na área da violência doméstica e familiar contra a mulher; Aproximar o Sistema de Justiça das Instituições de Ensino Superior e da sociedade, com o intuito de colaborar para a  efetividade do acesso à Justiça.

     

  • Prêmio UniCEUB +

    Realização: Assessoria de Extensão e Integração Comunitária

    O Prêmio UniCEUB de Mérito Acadêmico foi instituído pelo reitor do Centro Universitário de Brasília e tem como objetivo valorizar e tornar públicos os integrantes da comunidade acadêmica que contribuem para o reconhecimento do UniCEUB como centro universitário de referência nacional.​

  • Representante de turma +

    Realização: Assessoria de Extensão e Integração Comunitária / Coordenações dos cursos de graduação

    O projeto de extensão Representante de turma do UniCEUB, por intermédio da parceria entre a Assessoria de Extensão e as Coordenações dos Cursos de graduação, promovem ao longo do semestre,  atividades que explicitam o objetivo e a estrutura do projeto, esclarecendo a função político-pedagógica da representatividade de turma pela participação em elaboração, gestão e desenvolvimento dos projetos educativos e curriculares de cada curso; e  tratarão, prioritariamente, dos temas: liderança participativa, atitude ética, legitimidade, avaliação e mediação de conflitos.

  • Violência contra crianças, adolescentes e jovens – VICAJ +

    Realização: FAJS – Coordenação do curso de Direito

    O Projeto VICAJ tem uma de suas vertentes voltada para a  parceria com o Projeto   VIRA VIDA. Este Projeto é  de âmbito nacional,   desenvolvido pela CNI/ SESI e tem por objetivo geral o atendimento de adolescentes e jovens vítimas da violência  sexual e das suas respectivas famílias, em busca da promoção  e da inclusão social, com atenção para os eixos educação, profissionalização e psicossocial.

    O Projeto acha-se no marco do Observatório Direito e Políticas Públicas-NAC/FAJS no Eixo do Observatório, Infância, Adolescente e Juventude. Seguindo a tipologia da Política Institucional de Extensão, insere-se na linha Programática “Direitos de Grupos Sociais”. O VICAJ tem perspectiva para o desenvolvimento ações direcionadas ao contexto da violência, em suas diversas concepções, envolvendo crianças, adolescentes e jovens, especialmente com o público que se encontra institucionalizado em contexto de exploração do trabalho infantil.

CONTATO

Campus do UniCEUB da Asa Norte - Bloco 2 sala 2311

E-mail: assessoria.extensao@uniceub.br

Telefones: (61) 3966-1257 / (61) 3966-1258

Centro de Atendimento à Comunidade - CAC