Inscreva-se Menu
Autoavaliação
A Autoavaliação Institucional contribui para o processo decisório em nível acadêmico e administrativo e subsidia as mudanças ocorridas na Instituição. Além disso, seu caráter formativo permite o aperfeiçoamento dos segmentos que compõem a instituição (docentes, discentes e corpo técnico-administrativo) e do projeto acadêmico e sociopolítico que a rege, pois o envolvimento de todos gera reflexão e autoconsciência do papel de cada um no contexto, com base no diagnóstico da realidade institucional. 

Informações

Objetivo da autoavaliação
    Em consonância com a missão institucional do UniCEUB, a autoavaliação objetiva conhecer a realidade institucional e promover processos de melhoria para garantir a qualidade do ensino e a formação de cidadãos capazes de transformar a sociedade. A autoavaliação fundamenta-se nos valores institucionais do UniCEUB e tem como princípios:

    - Globalidade: percepção da Instituição em sua totalidade, por meio da integração das dimensões avaliadas a partir de um conjunto de aspectos indissociáveis das atividades acadêmicas e administrativas.

    - Respeito à identidade institucional: identificação das características intrínsecas do UniCEUB, no que tange o ensino, pesquisa, extensão e gestão, bem como da sua história. 

    - Visibilidade: divulgação e transparência quanto às diretrizes, operacionalização, resultados e melhorias da autoavaliação institucional.

    - Continuidade: estabelecimento da cultura avaliativa, por meio de um processo contínuo e permanente, com a qual a comunidade acadêmica se identifique e se comprometa, em busca da melhoria contínua do ensino. 

    - Responsabilidade social: contribuição em relação à inclusão social, ao desenvolvimento econômico e social, à defesa do meio ambiente, da memória cultural e do patrimônio cultural.
Dimensões da autoavaliação
    A Lei no. 10.861/04, art. 3º, estabelece as dimensões que fundamentam o processo de avaliação institucional. Conforme abaixo:
    • Missão e PDI (Plano de Desenvolvimento Institucional);
    • Política para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação e extensão;
    • Responsabilidade social da Instituição;
    • Comunicação com a sociedade;
    • Política de pessoal, de carreiras do corpo docente e do corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento profissional e suas condições de trabalho;
    • Organização e gestão da Instituição;
    • Infraestrutura física;
    • Planejamento e avaliação de processos, resultados e eficácia da autoavaliação institucional;
    • Política de atendimento a estudantes e egressos;
    • Sustentabilidade financeira da IES.